Buscar

Apf - analise de pontos de função, métricas para avaliação de sis

nome

Eneias Carvalho

Colunista ainda sem descrição. Caro colunista, por favor envie-nos sua descrição.

Tudo bem pessoal?

Bem espero que sim, bem vim hoje aqui falar sobre um assunto que considero muito interessante, o considero de tal forma que o tema de minha monografia trata sobre este assunto.
Não pretendo dar uma aula ou escrever um super artigo esclarecedor. O que pretendo é apenas mostrar o que considero uma “ferramenta” que não pode ser dispensada para nós desenvolvedores/analistas, pois bem, vou tratar neste artigo sobre Avaliação de Sistemas, mostrar a ferramenta e descrever a um pouco de seu uso.

APF (Analise de Pontos de Função), ai vem uma das principais perguntas:

para que serve APF?


A resposta é bem simples, para o medir o tamanho funcional de um software com base na visão do usuário, o que vem a ser o tamanho funcional? Tamanho funcional é uma medida de tamanho de software, baseada em uma avaliação padronizada dos requisitos lógicos dos usuários, a APF não depende de tecnologia, linguagem de programação ou mesmo de sistema operacional, muitos analistas utilizam a APF para avaliar custos de desenvolvimento, mas como se calcula os pontos de função? Segue uma tabela indicando o calculo dos pontos de função:

Antes de mais nada deve-se determinar o tipo de contagem que será empregado, pode ser um projeto de novo desenvolvimento, uma contagem básica de aplicação ou uma contagem de projeto de melhoria;
Após determinamos a fronteira da aplicação, aqui definimos quais funções o software deve executar;
Agora deve ser contado os tipos de funções de dados, (divididos em: i) Arquivos Lógicos Internos ou ALIs, que são os grupos lógicos de dados mantidos dentro da fronteira da aplicação, e ii) Arquivos de Interface Externa ou AIEs, os quais são apenas referenciados pela aplicação). Cada ALI vale 7, 10 ou 15 PF,enquanto cada AIE vale 5, 7 ou 10 PF.

Contar os tipos de funções de transações (divididos em: i) Entradas Externas ou EEs, que são processos de entrada de dados, b) Saídas Externas ou SEs, por exemplo, relatórios e c) Consultas Externas ou CEs, por exemplo, Consultar Detalhes de Empregados). Cada EE ou CE vale 3, 4 ou 6 pontos de função, enquanto cada SE vale 4, 5 ou 7 pontos de função.

Tipo de Função
Baixa
Média
Alta
EE
3
4
6
SE
4
5
7
CE
3
4
6
ALI
7
10
15
AIE
5
7
10
 
  • Determinar o Fator de Ajuste de Valor (FAV) baseado na equação (FAV = 0,65 + (Soma das Características Gerais do Sistema x 0,01) e a avaliação, em uma escala de 1 a 5, das seguintes quatorze Características Gerais do Sistema. Instruções específicas para avaliação são fornecidas no CPM do IFPUG:


1. Comunicação de Dados
2. Processamento Distribuído de Dados
3. Desempenho
4. Configuração Intensamente Utilizada
5. Taxa de Transação
6. Entrada de Dados On-Line
7. Eficiência do Usuário Final
8. Atualização On-Line
9. Processamento Complexo
10. Reutilização
11. Facilidade de Instalação
12. Facilidade de Operação
13. Múltiplas Localidades
14. Facilidade de Alteração

Calcular a contagem ajustada final de PF (contagem final de PF = contagem não ajustada * FAV)

Ao final de toda essa confusão se pergunta, como os pontos de função são utilizados? Eles nos oferecem ume medida padronizada e normalizada do tamanho funcional dos requisitos do usuário.

Para mais esclarecimentos e para conhecer a ferramenta melhor visitem http://www.ifpug.org/ e http://www.bfpug.com.br/.

Obs: alguns linhas foram tiradas de sites como referência para o artigo.

Publicidade

Vote no artigo




Quantidade de votos: 0 votos
Aceitação: 0%


Detalhes do artigo

Categoria: Outros
Adicionado dia: 17/10/06
Por: Eneias Carvalho
Visualizado: 14850 vezes

Planeta Delphi - Tudo sobre programação Delphi Planeta Delphi - www.planetadelphi.com.br - Todos os direitos reservados | Copyright 2001-2009